January 29, 2020 / 1:29 PM / 22 days ago

Monitoramento florestal recebe reforço dos dados da agência espacial japonesa

ROMA (Thomson Reuters Foundation) - Dados poderosos de um sistema de radar japonês, disponíveis pela primeira vez, permitirão que governos monitorem mais de perto as ameaças às suas florestas e turfeiras, ajudando-os a obter financiamento para proteger esses ecossistemas, disse a ONU.

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) assinou um acordo para incluir dados da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA) nas plataformas de monitoramento florestal da FAO, e planeja treinar os Estados sobre como utilizá-los.

Julian Fox, líder da equipe da FAO para o monitoramento florestal nacional, disse que o radar pode rastrear as florestas 24 horas por dia e pode ser usado como um sistema de alerta antecipado para detectar o desmatamento.

Os cientistas dizem que proteger as florestas existentes e restaurar as danificadas pode evitar inundações, armazenar o carbono que aquece o planeta, limitar as mudanças climáticas e salvaguardar a biodiversidade.

As florestas absorvem um terço das emissões de carbono produzidas globalmente, mas o corte de árvores agrava a mudança climática à medida que o carbono é liberado de volta na atmosfera através da sua queima ou apodrecimento.

Em 2018, o mundo perdeu 12 milhões de hectares de cobertura arbórea tropical, a quarta maior perda anual desde o início dos registros em 2001, de acordo com o serviço de monitoramento florestal Global Forest Watch.

A FAO disse que a tecnologia de radar de abertura sintética de banda L (SAR) da JAXA é única porque consegue observar a superfície da Terra independentemente do tempo e do clima.

“Isto é particularmente útil para os países tropicais com cobertura de nuvens constantes”, declarou Fox, acrescentando que a tecnologia também é eficaz na detecção da umidade do solo em mangues e turfas.

“Você pode ter uma ideia se a turfa está secando porque, quando isso acontece, há uma possibilidade maior de começarem incêndios”, disse ele à Fundação Thomson Reuters.

Os solos turfosos contêm enormes quantidades de carbono sob a forma de matéria orgânica, que se acumula ao longo de milhares de anos e fornece nutrientes para o crescimento das plantas.

Mas quando as turfeiras são drenadas ou eliminadas pelo fogo, o carbono é liberado na atmosfera, e ali aprisiona o calor.

A FAO vai ajudar países como a Indonésia, com a terceira maior floresta tropical do mundo, e a República Democrática do Congo, lar da segunda maior floresta tropical, a se beneficiarem do último acordo, disse Fox.

Ao melhorar o monitoramento em ambos os países e apoiar ações mais rápidas para conter o desmatamento e proteger as turfeiras, os dados do radar poderiam ajudá-los a se qualificarem para financiamentos florestais de instituições como o Banco Mundial, acrescentou.

Fred Stolle, vice-diretor do Programa de Florestas do World Resources Institute dos Estados Unidos, disse que o radar tinha o valor adicional de poder “ver” através das nuvens e do céu noturno, mas interpretar seus dados era mais complicado do que os dos satélites ópticos.

Como resultado, os países demoraram a usar o radar por falta de capacidade e conhecimento técnico, disse ele por e-mail.

A parceria JAXA-FAO foi um “grande passo” para tornar a tecnologia de radar mais acessível, acrescentou Stolle, cuja organização dirige a Global Forest Watch.

sse serviço está trabalhando com a Universidade Wageningen da Holanda, a Satelligence e empresas de óleo de palma em um sistema público de monitoramento por radar, chamado RADD, usando os satélites da Agência Espacial Europeia.

Reportagem de Thin Lei Win @thinink; edição de Megan Rowling. Os créditos da matéria devem ser atribuídos à Thomson Reuters Foundation, braço filantrópico da Thomson Reuters, que faz a cobertura de notícias humanitárias, mudança climática, direitos das mulheres e LGBT+, tráfico de pessoas e direitos de propriedade. Visite www.trust.org

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below